3 de mai de 2010

Felipe reforça Corinthians em final

Felipe será titular novamente do Corinthians. Depois de 42 dias fora, ele reassumirá a posição na “decisão” contra o Flamengo, às 21h50 desta quarta-feira, no Pacaembu. Acostumado a partidas de tal importância pelo clube, o camisa 1 já viveu os dois lados em jogos desse porte. E está ansioso para mais um capítulo importante da história recente alvinegra. Alessandro também retorna.

“É um jogo muito importante e não queria ficar fora de uma partida dessa dimensão. Haverá muita pressão e gosto de momentos assim. Estamos tranquilos e sabemos que temos plenas condições de fazer o resultado”, comentou Felipe.

O goleiro já treinou como titular nos últimos dias. Em atividade fechada para a imprensa no último sábado, trabalhou na equipe principal e não sentiu dores. Felipe se diz plenamente recuperado dos problemas musculares que teve na coxa direita. Ele chegou a tirar 40ml de sangue do local e teve seu retorno adiado diversas vezes.

“No treino de sábado eu estava no time titular. Na sexta e no sábado já fiz movimentos que só deveria começar a fazer hoje e não senti dor nenhuma. Estou bem e me sinto 100% para poder atuar”, assegurou.
A última partida de Felipe foi na derrota por 1 a 0 para o Paulista, em Barueri. Desde então, desfalcou o Corinthians em oito jogos. Viu a equipe engrenar a maior série vitoriosa da temporada (seis partidas) e também amargar a derrota mais dolorida do ano: 1 a 0 para o Flamengo na última quarta.
Felipe está animado e demonstra confiança. “Volta um atleta que lutou o tempo inteiro e sempre teve a confiança da torcida, da diretoria e da comissão técnica. Vou dar meu melhor na quarta-feira e espero que o time esteja em uma noite iluminada.”

Alessandro, por sua vez, já voltou a atuar pelo Corinthians há oito dias, no amistoso contra o Botafogo. Porém, ele não joga ao lado dos titulares desde o dia 7 de março, na vitória por 1 a 0 sobre o São Caetano, pelo Paulista. “Estou bem, totalmente curado e pronto para jogar.”

O Corinthians precisa vencer o Flamengo por dois gols de diferença para avançar às quartas de final sem enfrentar a disputa de pênaltis, o que acontecerá se devolver o 1 a 0 do primeiro jogo.

Creditos: Uol notícias

0 comentários:

Postar um comentário