30 de mai de 2010

Imbituba - Operação escola mais segura

Os princípios básicos de prevenção ao uso de drogas e a violência sumarizados pelo N.I.D.A (National Institute on Drug Abuse - 1996) são:

1 – CONHECIMENTO: programas que oferecem aos participantes informações sobre os efeitos das drogas;
2 – AFETIVIDADE: programas que proporcionam sentimentos positivos de autoestima;
3 – ALTERNATIVAS: programas que oferecem atividades alternativas positivas;
4 – RESISTÊNCIA SOCIAL: programas que oferecem habilidades de resistência às pressões negativas;
5 – HABILIDADES ECLÉTICAS: programas que combinam aspectos positivos dos modelos anteriores (conhecimento, afetividade, alternativas positivas e resistência).

O Programa Educacional de Resistência às Drogas e a Violência (PROERD) está alicerçado nos principios básicos do N.I.D.A, além disto detectou que existem fatores de risco e de proteção que podem estar presentes no indivíduo, na escola, entre companheiros, na comunidade.

Conforme o Art 144, inciso V, parágrafo 5º da CF/88. - Polícia Ostensiva e a Preservação da Ordem Pública, “Nesse contexto tem papel fundamental as Polícias Militares, instituições cuja missão é a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública, sua atuação incisiva na prevenção é fator determinante para obtermos uma sociedade segura (Álvaro Lazarini).

Aspectos gerais do PROERD:
* Envolver a polícia, a escola, a família e a comunidade na problemática das drogas e da violência;
* Desenvolver uma ação pedagógica de prevenção ao uso indevido de drogas e a prática da violência nas escolas;
* Desenvolver o espírito de solidariedade, de cidadania e de comunidade na escola.
Aspectos específicos do PROERD:
* Sensibilizar os pais e os educadores para o trabalho de prevenção ao uso indevido de drogas e à prática da violência;
* Promover o desenvolvimento de valores positivos;
* Fortalecer a autoestima das crianças e dos adolescentes;
* Sensibilizar as crianças e os adolescentes para que desenvolvam estilos de vida saudável;
* Sensibilizar as crianças e os adolescentes para que reconheçam e resistam às pressões diretas ou indiretas que poderão influenciá-los a experimentar drogas ou mesmo a agirem com violência.

Quando existe comprometimento da família, escola e Polícia militar, o impacto é totalmente positivo, esta é uma visão de Polícia solidária, comprometida com o cidadão e um dos simbolos do PROERD.
O PROERD iniciou, no ano de 2000, no municipio de Imbituba, completando em 2010, 11 anos de funcionamento, onde formou 7.149 alunos de 4ª série e 920 alunos de 6ª série do ensino fundamental e está em 100% das escolas.

Porém foi detectado um ponto frágil que estaria colocando em risco o dia a dia das crianças e adolescentes, não adiantaria fazer a prevenção no interior da escola, enquanto no pêrimetro externo acontece cenas que comprometeriam o objetivo final, que seria a segurança dos alunos na entrada ou saida do estabelecimento.
Alguns traficantes descobriram um maneira de ganhar dinheiro, colocar seu comércio de entorpecentes próximo de escolas, além disto, diariamente são flagrados rachas, manobras perigosas com veículos, pessoas estranhas perambulando proximo do estabelecimento educacional e alunos praticando Bullyng (atos repetitivos de violência)com seus colegas.

Foi implantado em Imbituba, pela Polícia Militar , uma extratégia para neutralizar estes problemas.
Os instrutores do PROERD, quando não estão ministrando aulas, estão promovendo um novo sistema de policiamento conhecido por “Operação Escola Segura” , uma mistura de operação barreira e operação trânsito, onde pessoas suspeitas são abordadas e veículos são averiguados.
Inicialmente todas as escolas são cadastradas, o segundo passo seria verificar a realidade de cada uma e sua situação de risco, o terceiro passo seria montar uma estratégia com os dados da escola e horários mais problemáticos para efetuar a Operação Escola Segura.

Esta operação iniciou no município de Imbituba no mês de março e já colhe bons frutos, diante do decréscimo da violência próximo de estabelecimentos escolares.
Tendo como princípio o policiamento comunitário, e sendo conhecedores do ambiente escolar e a realidade de cada bairro, os Policiais Militares, instrutores PROERD, elevam a sensação de segurança, pois começam a fazer parte do dia a dia escolar.

A Operação Escola Segura tem a parceria de Policiais Militares que desempenham funções em outras áreas, Pelotão de Patrulhamento Tático, Radio Patrulhamento, Policiamento ostensivo, assim, unindo as forças e rompendo barreiras para combater o crime e cada vez mais demonstrar que a Polícia Militar, que completou 175 anos, está cada vez mais focada no cidadão e preparada para o futuro.

0 comentários:

Postar um comentário